Quando há um ano decidimos criar a Buildtoo sabíamos que estávamos a entrar num mercado praticamente inexplorado em Portugal. Sabíamos quais eram os desafios, conhecíamos os entraves, mas mais do que tudo tínhamos a vontade. Vontade de fazer mais, de ir mais além.

Um ano depois de lançarmos a Buildtoo superámos todas as expetativas: já contamos com 4 dezenas de clientes em Portugal, Espanha e Brasil, num total de mais de 300 projetos. No ranking das Startups portuguesas mais mediáticas somos a 1ª Startup de Construção e a 42º Startup do mercado global, em novembro fomos finalistas do Prémio Jovem Empreendedor da ANJE e do Prémio Produto Inovador do CCG. Já temos uma equipa de 30 colaboradores, todos empenhados em fazer acontecer.

A 1º razão pela qual queremos ganhar o BIG SMART CITIES prende-se com alcance: queremos atingir o mercado europeu, que envolve mais de um milhão de empresas que precisam urgentemente inovar a sua forma de gestão e o seu relacionamento com clientes.

Mas não queremos ficar por aqui e sabemos que não conseguimos ir sozinhos!

Precisamos da Vodafone. Precisamos da Ericsson. Precisamos da Nova SBE. Precisamos da Câmara Municipal de Cascais.

E esta é a 2ª razão pelo qual queremos vencer: queremos que a Vodafone e a Ericsson nos ajudem com o know-how tecnológico relacionado com o 5G.Queremos que a Nova SBE utilize a nossa plataforma para coordenar e acompanhar os seus projetos de construção e que a Câmara Municipal de Cascais a utilize, e a disponibilize aos seus munícipes, alavancando a sua predisposição para se tornar uma Smart City de referência.

Por último, a 3ª razão que nos motiva: a Buildtoo cresceu e pretende ir mais longe. Os avanços tecnológicos e a transformação digital associada à indústria 4.0 estão a chegar ao setor da construção e o objetivo está traçado: queremos que um dia quando alguém pensar em construção, pense Buildtoo!

Estamos na final do Vodafone Big Smart Cities, contamos com todos?