O que é uma Smart Island?  

Depósito de combustível do veículo vazio? Já há uma cidade em França onde isso não é um problema. 

Numa altura em que tanto se debate acerca de Smart Cities, de inovação, de combustíveis fosseis e de sustentabilidade, surge a primeira Smart Island na Europa. 

É importante termos em mente a urgência de repensar os nossos hábitos, as cidades estão a mudar e faz todo o sentido que as acompanhemos. Cada vez mais o tópico principal são os avanços tecnológicos, inclusive na área da construção com a introdução de todos estes conceitos, o que nos leva a crer que este será o caminho do futuro. 

Imaginemos o seguinte cenário: uma rede onde todo o sistema fosse repensado e na periferia das grandes cidades existissem grandes parques de estacionamento onde fosse possível deixar o nosso veículo atual e trocar para um elétrico, sem abdicar da mobilidade e independência que os transportes públicos não oferecem, mas ainda assim reduzindo a pegada ambiental e potencialmente baixando os custos… está mais perto do que parece! 

Localizada em França, na província da Britânia, temos a ilha de Belle-Île-en-Mer onde, em conjunto com a Morbihan Energies, Les Cars Bleus e a Enedis, o Grupo Renault lançou um projeto de mobilidade e sustentabilidade com o nome de FlexMob’île. Este projeto reflete aquilo que há muito se pensa e discute nas grandes capitais: a redução da pegada de carbono e a redistribuição do sistema de mobilidade. 

Este projeto inclui uma frota de carros elétricos da marca francesa na periferia da ilha, onde através de uma aplicação da Renault os utilizadores poderão fazer o aluguer do veículo para circular dentro da ilha. Este conceito é acompanhado ainda pela implementação de painéis solares nas coberturas dos edifícios públicos da cidade. O objetivo geral é que, para além de poder abastecer energeticamente o edifício, toda a energia sobrante, ou gerada em horários que não esteja a ser necessária, ser utilizada para carregar eficientemente os veículos elétricos disponibilizados, sem implicar mais gastos e otimizando todo o processo de custos e gestão de recursos de toda a ilha. 

A nível nacional surgiu já um projeto semelhante, no qual o FlexMob’île se inspira. Na ilha de Porto Santo existe desde o início de 2018 o projeto Porto Santo Sustentável – Smart Fossil Free Island. Este projeto contempla também a redução da pegada ecológica, assim como a gestão dos recursos naturais. Partilha o mesmo conceito da utilização de painéis solares, no entanto, a frota de carros elétricos é bem mais reduzida e a relação com os painéis solares no edificado não funciona na totalidade como está pensado para Belle-Île-en-Mer. Embora não esteja totalmente otimizado, o projeto piloto português está a caminhar no mesmo sentido de tornar toda a ilha autossustentável. 

Com tantas inovações tecnológicas a afetar diariamente as cidades, desde o urbanismo, à mobilidade, à sustentabilidade e à construção, é importantíssimo percebermos o nosso papel nesta evolução. Queremos fazer parte desta frente que se junta à inovação e procura otimizar os nossos recursos ou continuar a esgotá-los sem que nada o previna? 

É esse o nosso objetivo na buildtoo, otimizar recursos, controlar custos e aumentar a qualidade. Olhar para o futuro, construindo o presente.