Ser um empreendedor é um verdadeiro desafio, e não existe um caminho único para o conseguir ser!

Iniciar um negócio é um autêntico “quebra cabeças”, e o dia-a-dia é de aprendizagem e trabalho constante.

Para ajudar apresentamos 6 dicas para esta jornada:

Ter objetivos

Para os empresários de primeira viagem é importante definir objetivos, evitando assim “saltar de cabeça” para as oportunidades que julgam ser uma mais valia para o negócio.

O importante é saber o que querem e como o vão conseguir e para isso é preciso definir uma estratégia e pensar num plano de implementação.

Estudar o mercado

Um dos fatores para ter sucesso no lançamento de um novo produto no mercado é estudar a envolvente do negócio, isto é, analisar o cenário económico, os concorrentes, os potenciais consumidores, os fornecedores e as tendências atuais.

Este trabalho é uma mais valia para alinhar o produto e às necessidades do cliente, e assim conseguir ter uma estratégia bem delineada e assertiva, com o propósito de alavancar os resultados da empresa.

Correr riscos

No mundo do empreendedorismo, como tudo na vida, nada é certo e é preciso arriscar para conquistar!

O importante é não ter medo e “abraçar” novos desafios, mesmo que signifique abdicar de estabilidade profissional, financeira e pessoal, para correr atrás do sonho.

Networking

Uma forte rede de contactos profissionais pode ser vital para qualquer negócio, permitindo assim ampliar oportunidades empresariais.

Atualmente, a ligação em rede entre indivíduos e entidades nunca foi tão essencial, quer através de eventos, concursos e conferências que favorecem o contacto com pessoas do setor que potenciam o desenvolvimento e o crescimento empresarial.

Equipa

Um bom empreendedor é movido pela “paixão” e consegue transmitir esse sentimento e entusiasmo para a equipa de trabalho.

É fundamental, para o empresário rodear-se de pessoas com diferentes conhecimentos e soft skills, que permitam agregar valor ao produto/serviço.

Persistência

Ser persistente é uma das características que distingue os que fracassam dos que obtém sucesso.

O que não falta ao longo deste percurso são obstáculos e desistir à primeira “pedra” que aparece no caminho, pode não ser a melhor estratégia, uma vez que se pode correr o risco de perder oportunidades de “ouro”.

O importante é ir em frente e não desistir à primeira adversidade, porque nunca se sabe o que vai acontecer até mesmo quando parece que o “mundo vai colapsar”.

Se criar o próprio negócio é um sonho antigo, ainda que seja relevante ter presente que o fracasso pode fazer parte do percurso, mas que essa experiência é essencial para a aprendizagem, arriscar é a palavra de ordem!

Há 3 anos identificámos a necessidade de melhorar a gestão de processos no setor da construção e aproveitamos a oportunidade criando e colocando no mercado um produto tecnológico, e agora podemos dizer “ainda bem que avançamos”.

O caminho foi um pouco “turbulento”, e ainda o é, acreditamos e constatamos que vale a pena.