Em 2017 apresentou-se ao mundo na Web Summit, como startup alpha, a buildtoo.

Uma empresa de Coimbra, incubada no Instituto Pedro Nunes, que assim chegava a Lisboa com um protótipo de um software para gestão de projetos e obras.

A equipa base da buildtoo, um grupo de engenheiros e arquitetos experientes no processo de gestão de obras, perceberam a importância de desenvolver um produto que promovesse uma comunicação assertiva, e uma organização simples, atualizada e adequada dos processos. Tudo isto com o intuito de responder às três dificuldades mais frequentes na construção: o cumprimento de prazos, o controlo de custos e que o resultado final corresponda às expectativas do cliente.

A plataforma buildtoo engloba a monitorização e gestão de processos de construção, permitindo a donos de obra e/ou investidores o acesso, em tempo real, a toda a informação relacionada com os seus projetos. Materializa-se num Software as a Service (SaaS), com um modelo de negócio focado no B2B, e comercializada através de um modelo de subscrição mensal por projeto.

A recetividade do produto pelo público excedeu as espectativas, garantido assim a validação da ideia de negócio, e em setembro de 2018, a buildtoo chegou oficialmente ao mercado após testes com a Câmara Municipal de Lisboa, a REN, a Sonae, a Galp, entre outros.

Foi reconhecida como a 42ª startup mais mediática em Portugal (a única do setor da construção), finalista do Vodafone Smart Cities e do Sol Housing Lisboa, e identificada como ferramenta essencial para gestores de projeto, donos de obra e investidores, e nem os números enganam, em apenas um ano tem acesso diário de 340 utilizadores, de mais de 30 empresas, a cerca de 350 projetos e obras.

Apesar de satisfeitos com o percurso feito até ao momento o sentido da buildtoo continua a ser o da melhoria continua, o do crescimento e o da inovação.

Justificado pelos resultados financeiros, pelo número de clientes, mas também pela consistência do produto, já garantiu a participação na edição 2019 da Web Summit como startup Beta, ocasião excelente para a apresentação da versão 3.0 da plataforma.